Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes será inaugurado neste sábado, dia 22

Pela primeira vez a cidade de São Paulo terá um equipamento municipal que integrará atividades de cultura, lazer, esportes e formação profissional. A Secretaria Municipal de Cultura inaugura o Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes no próximo sábado, 22 de dezembro, com eventos a partir das 11h.

A área total construída é de 7.300 metros quadrados e o espaço é dividido em 4 pavimentos, sendo que no térreo estão instaladas a biblioteca, o centro de memória e o cinema. No primeiro andar, funciona o laboratório de literatura e línguas, o salão de exposições, um terraço e o telecentro. O segundo andar terá ateliês de artes visuais e jardim interno e, no último andar, salas de formação técnica, laboratório multimídia, teatro. A área externa terá um jardim, quadra poli-esportiva, pista de skate, playground, áreas de convivência e anfiteatro.

Foram investidos R$ 21,6 milhões nas obras do Centro, iniciadas em maio de 2009. A Prefeitura de São Paulo investiu cerca de R$ 18 milhões e recebeu apoio do Governo do Estado, cujo aporte foi de R$ 3 milhões. A cooperação entre a região Ile-de-France e São Paulo iniciou-se em 2004 e contemplou ações com ênfase em áreas como administração pública, meio ambiente e saúde. O projeto do Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes, de autoria dos arquitetos da Secretaria Municipal de Cultura, José Rollemberg Filho e Lara Melo e Souza, foi apresentado e aprovado pela região Ile-de-France em 2006. O apoio da francês foi de aproximadamente R$ 800 mil.

O Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes promoverá cursos modulares de formação técnica em profissões ligadas à arte e à cultura, podendo abranger cursos em áreas como cenografia, iluminação, sonoplastia, moda, figurino, serigrafia, música, dança, teatro, literatura, artes circenses, artes visuais, audiovisual, animação, cultura digital, entre outros. Haverá, ainda, espaço para cursos e atividades formativas relacionadas à língua portuguesa e a línguas estrangeiras.

Programação Cultural de inauguração





A programação começa às 11h com balões de ar quente. Às 13h, a banda Walking Lions inicia a programação musical, seguida por Trio Virgulino e Big Band, Falamansa, Soweto, MC Dede, De Menos Crime, Quinteto em Branco e Preto, Toni Tornado e Grupo Relíquia, que é a última atração do dia, às 23h. No domingo, a agenda de atividade é retomada com shows a partir das 14h. MC Nego Clube, Consciência Humana, Leandro Sapucay e Leci Brandão se apresentam. O encerramento do dia acontece com um show do grupo Racionais MCs.

Demanda Histórica

A existência de um equipamento cultural em uma das regiões mais carentes da cidade é uma demanda histórica da população. Além de oferecer infraestrutura para o desenvolvimento de atividades nas áreas de leitura, teatro, cinema, circo e artes visuais, algumas características inéditas deste novo equipamento público estão em sintonia com reivindicações locais identificadas pela Secretaria Municipal de Cultura na concepção do projeto.

O Centro de Formação Cultural também abrigará um Centro de Memória que vai desenvolver atividades de pesquisa, além da constituição de acervo e documentação da história do bairro. O Centro de Memória deverá promover atividades como debates e seminários referentes ao assentamento urbano, à produção cultural local, à situação ambiental, ao trabalho e à vida social da comunidade, formando um acervo de cultura material e imaterial. As ações de pesquisa e produção da memória deverão ser difundidas por meio eletrônico e impresso e dedicar especial atenção à cultura afro-brasileira, um traço importante da expressão local.

Outra característica importante é a interface com os Direitos Humanos, que terá espaço destacado na primeira biblioteca pública do distrito, que será temática nesta área. Além de oferecer acervo de livros comum a todas as unidades do Sistema Municipal de Bibliotecas, disponibilizará um acervo específico sobre este tema, dando continuidade ao programa de Bibliotecas Temáticas iniciado em 2006 e que já conta com outras 8 unidades na cidade, com temas como Literatura Fantástica e Cinema. A biblioteca dispõe de acervo de livros em braile, voltado para os usuários com deficiência visual, espaço específico para crianças e uma filmoteca.

Serviço: Avenida Inácio Monteiro nº 6900 – COHAB Barro Branco II – Cidade Tiradentes | Tel: (11) 2555-2252 | Funcionamento: De 3ª a domingo. Todas as atividades são gratuitas.

Fonte: Prefeitura de S. Paulo





Deixe seu comentário